Espontaneidade.

Esta semana foi cheia de grandes exemplos de espontaneidade…

O garçom Mineiro que me atendeu numa padaria, a médica que fez de um simples encontro uma grande festa de expectativas e uma velhinha ao abordar um músico diante de toda uma platéia pedindo que cantasse uma música com seu nome…

 Ser espontâneo é agir a partir do seu verdadeiro “eu” sem os medos que geram inseguranças e criam as máscaras do nosso ego.     Quando agimos com espontaneidade tiramos as máscaras, dando espaço para que o nosso consciente deixe escapar vestígios daquilo que corre mais profundamente em nós mesmos, revelando, muitas vezes, aspectos da nossa personalidade que nos assustam e surpreendem.     Acionar alguns “censores” que nos ajudem a escapar de algumas “ciladas sociais”, também nos impedem de nos relacionar com os outros de maneira mais relaxada e verdadeira.    Ser espontâneo é ser livre, ser você mesmo, agir com o coração em plena verdade.     

Todas estas pessoas poderiam ser taxadas como inconvenientes dependendo da situação, mas em todos os casos a espontaneidade coube perfeitamente!     O segredo é agir sempre com ética, verdade e  bom senso!

2 Respostas to “Espontaneidade.”

  1. Se ao invés de nos assustarmos, simplesmente nos encantássemos com cada uma das surpresas descobertas com nossa espontaneidade, seria lindo!

  2. olá! que beleza seu blog! =)

    e eu ainda tenho que me policiar pra esponteneidade caber nas situações… as vezes acabo sendo inconveniente, infelizmente =/

    =***

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: