Vedetismo

   Outro dia um colega de trabalho me perguntou do que se tratava o ítem da avaliação de novos funcionáros  – “capacidade de trabalhar sem vedetismo”.    Ah! Essa é fácil e tenho muitos exemplos para te dar.   Disse eu, imediatamente rindo.     Agora cá entre nós, se isso já está incorporado como ítem de avaliação na empresa é porque, ou é algo muito comum de prevalecer, essa característica um dia já infectou suas equipes ou seria uma estratégica vacina?    

Isso existe porque a maioria (troquei “ninguém” por “maioria”…) NÃO deseja viver ao lado de Vedetes, que são, como afirma o Wikipédia (rs)  “Atrizes que se sobressaíam durante as apresentações  e se constituíam, muitas vezes, no grande atrativo destas” .    

    Desde então, comecei a prestar mais atenção neste item…    Ví que as vedestes estão por todos os lados, NÃO é só na equipe de trabalho onde a competição muitas vezes é estimulada pela própria empresa.    E afirmo ainda que, existem diversos tipos de Vedetes!    Tem aquelas que de cara já querem ser uma Carmen Miranda com seus lábios vermelhos e frutas na cabeça, outras já não almejam este perfil e preferem uma gjamurosa Virgínia Lane que ficou famosa por ter sido supostamente uma amante do presidente Getúlio Vargas (segundo “nossa amiga Wiki”),  outras são tão escachadas que correm o risco de “errar a mão” tal qual Geisa Arruda, mas a pior de todas na minha opinião é a vedete dissimulada.    É com certeza a pior!   Primeiro porque é dificílima de ser detectada, geralmente faz de tudo para parecer uma pessoa simples, que não liga para “estas coisas”, que tudo “tá bom e tranqüilo”, mas é só formar um rodinha que ela já tem sua platéia pronta.    O outro fator nesta convivência é que existe uma armadilha, como a danadinha é insegura o bastante para ser uma estrela logo de cara, desenvolve todo um jeitinho maroto para conquistar os que estão ao seu redor.    São tãão legais!     Até aí tudo bem, mas o problema é quando é a vez do outro atuar, aí ela se sente ofendida.   Então, para se proteger , geralmente já puxa o tapete antes.    A estas tenho que aplaudir, pois são estrategicamente inteligentes, não?   Geralmente são pessoas inteligentes, capazes de tornar isso um fato inconsciente novamente para atender sua necessidade de proteção, já referida anteriormente, só que agora proteção de si mesmas.   Feio, não? 

2 Respostas to “Vedetismo”

  1. Anderson Guimarães Says:

    Vejo que as vedetes se sabotam mutuamente.
    A parceria genuína é um bom remédio para este mal…
    Afinal a vedeta crônica deseja ora a missão solo, ora o topo hierárquico.
    Quando um abraça o sonho do outro, como se fosse dele, fica muito mais fácil… Dessa forma realizariam muito mais.

  2. O problema é conseguir estabelecer a tão sonhada parceria genuína…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: