Ideal de Liberdade

Muitos são os ideais de liberdade…    Quando crianças temos como ideal poder brincar livremente, poder comer doces, correr,  pular, pintar sem medo de sujar a roupa.    Quando na pré-adolescencia, esse ideal de liberadade fica mais claro, já se traduz em “Preciso me livrar dos meus pais”, “quero ter 18 anos, poder sair sem dar satisfação”, e inicia um processo utópico, se não fosse creditado com tamanho exagero, o processo é crer que a abundância dos recursos materiais promove esta liberdade tão sonhada.

O que ocorre é o contrário, quanto mais recursos materiais há disponíveis, mais obrigações vêm junto com esses e lá se vai a  liberdade sonhada. O problema que vejo é o exagero, tudo se quer e tudo se tem mesmo pagando em suaves prestações repletas de juros.   Compram coisas que não dão conta de cuidar, de manter e enchem a vida de compromissos, contas e obrigações  e entram na  grande roda de consumo, trabalham, trabalham, trabalham e usam o dinheiro para manter esse tão elevado padrão de coisas materiais. O fato é que esta situação acaba não combinando nem um pouco com bem estar, saúde, convivência familiar saudável, felicidade.   Estou falando porque já lutei muito para me manter nessa roda, depois de desenvolver algumas doenças, desfazer um casamento e me afundar em dívidas percebí que se vender dessa forma realmente NÃO VALE A PENA!

Então quer melhorar a qualidade de vida, ter mais tempo para se cuidar, passear, curtir a família e dormir tranquilo à noite?  SAI DESSA!   Mas não adianta abrir uma Skol não, o negócio é ter apenas o necessário, comprar o que é realmente preciso, ajudar as pessoas com sua preseça, afeto, palavras de carinho não dando presentes caros em dias “especiais” que ilusóriamente foram criados pela grande roda para girar  dinheiro.   É preciso ter uma alimentação mais saudável, já reparou que as comidas mais caras são as que mais fazem mal???   É o caso da  carne por exemplo, que além de fazer mal para nosso corpo, nós literalmente comemos a Mata Atântica e vamos comer a Amazônia, mas isso é assunto para um outro post…   Movidos pelo medo de adoecer, paga-se uma fortuna de convênio médico por mês e nem usam, esse dinheiro poderia ser revertido em promoção da saúde para toda a família, na cultura oriental todos recebem tratamentos periodicamente, seja Acupuntura, Shiatsu, massagens, se a familia fica doente o terapeuta não cobra pelo tratamento feito, ele fracassou! Você vai a uma loja comprar uma roupa? Pergunte-se se precisa dela, se está mais frio que o ano passado e suas blusas não são o suficiente tudo bem, compra uma mais quente, se estão muito velhas, doe e compre outras, mas se saíram da tal MODA bah!  Manda aquela biba que dita o que vc deve vestir tomar chá de hortelã! Tem idoso morrendo de frio na rua! É verdade! Na nossa cidade ano passado morreram 3 de frio! Esse é o n° que foi divulgado né, porque estas informações são camufladas ao máximo, mas isso também é um assunto para outro post…

Namaskar!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: